25ª Semana de Tecnologia Metroferroviária

A Semana de Tecnologia Metroferroviária tem por finalidade estimular o desenvolvimento do setor de transportes sobre trilhos em nosso país, contribuindo para promover o desenvolvimento tecnológico, o aprimoramento das políticas públicas, a capacitação e desenvolvimento técnico dos profissionais do setor, o esclarecimento da população, o intercâmbio de informações e a disseminação de boas práticas, em âmbito nacional e internacional.

Esta edição organiza-se em torno do seguinte tema: “Trilhos: eficiência e novos rumos”. Tendo em vista a recente renovação dos governos estadual e federal e com isso também novos planos para o setor de transportes, o evento busca o debate da necessidade urgente de valorização dos trilhos e de seu patrimônio nacional. É um evento que, desde sua primeira edição decorre do trabalho cooperativo, voluntário, do corpo técnico do METRÔ-SP, da CPTM e das outras operadoras brasileiras, com apoio de diversas instituições e empresas do setor.

Por meio de mensagem enviada no final do ano a todos associados, organizações parceiras, entidades e empresas do setor e órgãos governamentais correlatos às atividades metroferroviárias e de mobilidade urbana, a AEAMESP anunciou que a 25ª Semana de Tecnologia Metroferoviária será realizada no período de 3 a 6 de setembro de 2019, no Matsubara Hotel São Paulo (Rua Coronel Oscar Porto, 836, Paraíso, a quatro quadras da Estação Paraíso do Metrô). Mais uma vez a comercialização estará a cargo da ViaBrasil e a SobreTrilhos será a revista oficial do evento.

JUBILEU DE PRATA

Ao falar a respeito do anúncio, o presidente da AEAMESP, engenheiro Pedro Machado, destacou o fato de que a Semana de Tecnologia Metroferroviária estará vivendo o seu Jubileu de Prata e pediu a todos que reservassem a data. “São 25 edições sucessivas, sem interrupção, que atravessaram diferentes épocas da história já mais do que cinquentenária do Metrô de São Paulo e, por conseguinte, do metrô como meio de transporte no Brasil. É um evento que, desde sua primeira edição decorre do trabalho cooperativo, voluntário, do corpo técnico do Metrô-SP, da nossa CPTM e das outras operadoras brasileiras, com apoio de instituições e empresas do setor”.

Ele também destacou a relevância que a Semana de Tecnologia Metroferroviária conquistou. “É o nosso congresso anual, que se converteu no mais importante encontro técnico do setor metroferroviário do Brasil e que vem atraindo a prestigiosa participação de entidades parceiras e de colegas de outros países, sobretudo da América Latina, além de especialistas colegas que atuam nas mais importantes organizações da iniciativa privada”.

O dirigente concluiu, afirmando: “Nestes 25 anos, abrimos espaço para que os conhecimentos técnicos e tecnológicos em todos os campos do nosso setor fossem mostrados e debatidos e, com satisfação, constatamos que esse esforço contribuiu em considerável medida para o avanço da atividade metroferroviária em nosso país”.