Fórum nacional dos CDERs propõe padronização em ações conjuntas

Representantes de Colégios Estaduais também elegeram novos coordenadores nacionais

Cerca de 40 profissionais, incluindo representantes de entidades regionais de todo o Brasil e presidentes de Creas, participaram no dia 17/09 do 3° Encontro Nacional dos Colégios de Entidades Regionais – CDERs, durante a 76ª Semana Oficial da Engenharia e da Agronomia – SOEA, realizada em Palmas, capital do Tocantins. A reunião, em formato de fórum, teve o intuito de discutir projetos e atividades das entidades, de forma a valorizar os trabalhos realizados. Também fez parte da pauta a apresentação dos Colégios Regionais e a discussão de políticas de patrocínio e promoção de eventos – e outras que dão sustentabilidade financeira para as entidades.

Participante do fórum, o coordenador do CDER-SP, Eng. Mamede Abou Dehn Junior, e seu adjunto, Eng. Renato Archanjo de Castro, destacaram a importância das iniciativas a área da comunicação e indicadores para mapeamento das entidades. Segundo Mamede, as redes sociais contribuem para aproximar os profissionais de suas entidades, “principalmente o Instagram”. Além disso, revelou um aumento de projetos das entidades de classe, “o que representa aumento de repasse às entidades para o desenvolvimento de suas atividades de valorização profissional”.

No dia 19/09 os profissionais dos CDERs reuniram-se para a eleição dos novos coordenadores (foto cima) – Geógrafo Danilo Giampietro Serrano, do CDER-PR (coordenador), e Eng. Mamede Abou Dehn Junior, do CDER-SP (coordenador adjunto) – e aprovação do regulamento do Fórum Autônomo do Colégio Nacional de Entidades Regionais, já como primeira iniciativa dos eleitos. Segundo o adjunto, o Fórum deverá realizar seu quarto encontro nacional (o terceiro em 2019), em Brasília, como resultado de alinhamento com o Confea para atendimento das demandas dos colégios regionais.

Em breve pronunciamento durante a abertura do encontro, o presidente do Crea-SP, Eng. Vinicius Marchese Marinelli, frisou a importância da atuação das Entidades Regionais no Sistema Confea/Crea. “Ao Confea cabe organizar o Sistema. Aos Creas cabe a fiscalização. Quanto às Entidades, são elas que promovem ações de valorização profissional, como cursos, palestras, workshops. É para isso, principalmente, que os Creas enviam recursos. Cabe a elas, portanto, administrá-los com responsabilidade, para que, por meio de iniciativas como esta, possamos disseminar a valorização profissional por todo o País”, afirmou o presidente Vinicius.

Produzido pelo Departamento de Comunicação do Crea-SP – DCOM, com informações do jornalista Brunno Falcão (Crea-GO) e contribuição da jornalista Jô Santucci (Crea-RS)